Acordos Sem Participação do Sindicato são Barrados pela Justiça


A reforma trabalhista tirou a obrigatoriedade da participação dos sindicatos na homologação das demissões dos trabalhadores, mas os juízes do trabalho estão resistindo a esta maldade.

De acordo com balanço divulgado pelo Tribunal Superior do Trabalho, um em cada quatro acordos estão sendo rejeitados pelos magistrados. O principal fator para que isso ocorra é a grande abrangência dos acordos que, para os juízes, pode prejudicar os trabalhadores.

Com o contrato homologado nas empresas, os patrões estão optando por colocar uma cláusula de quitação geral, que impede seus ex-funcionários de entrarem na Justiça posteriormente. Isso fez com que 1.200 acordos julgados na Justiça do Trabalho no primeiro trimestre de 2018 fossem rejeitados.

Fonte: Fecomerciários