Consumidor Consciente Pode Colaborar Para Melhoria do Atendimento


Imagem: Gazeta Online

 

 

Muitas vezes, os vendedores ficam desmotivados por ações que nem sempre são percebidas pela gestão. Um clima de trabalho ruim, a falta de reconhecimento ou metas definidas incorretamente contribuem para o cenário.

Outros motivos de desmotivação dos vendedores vem da falta de treinamento, condições impróprias para o trabalho (tem lojas que não possuem local apropriado para fazer um pequeno lanche no intervalo), falta de tempo para lazer, família, filhos, estudos, saúde e cuidados pessoais.

Para corrigir o problema, é preciso, em primeiro lugar, descobrir as suas causas. Sendo assim, o recomendado é aumentar a transparência de comunicação, criando canais para que os vendedores deem sugestões e façam apontamentos pertinentes.

Muitas vezes, os vendedores ficam desmotivados porque não possuem os conhecimentos ou recursos necessários para conquistar o “sim” por parte do consumidor. Uma das formas de resolver o problema é investindo em treinamento.

A partir da capacitação, os profissionais terão novas formas de vencer desafios e de superar barreiras. Esse investimento também é visto com bons olhos por parte dos colaboradores, que sentem que a gestão realmente se preocupa com eles.

Convidamos você a abraçar essa ideia – SEJA UM CONSUMIDOR CONSCIENTE SOLIDÁRIO! Esta é a chave para um futuro sustentável!

Como um #ConsumidorConscienteSolidário você pode lembrar dos direitos do consumidor,  contribuir com a melhoria no atendimento, contribuir com o consumo consciente e o respeito aos direitos dos trabalhadores no que tange a qualidade de vida, lazer e convívio familiar.

O consumidor consciente procura não se deixar levar pela impulsividade e analisa a real necessidade de sua compra, compra em estabelecimentos que respeitem a qualidade de vida do Comerciário, programa para ir às compras dentro do horário normal de funcionamento do comércio, leva em conta os impactos de suas escolhas de consumo, usa o crédito da maneira correta e procura não adquirir algo que tenha sido contrabandeado ou pirateado, e tantas outras situações como abaixo: